quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Onde investir no Brasil: mercado de luxo ou classe C?



O tema não chega a ser controverso, já que as possibilidades não dividem o mercado, só o fazem crescer mais e valorizar toda a indústria, especialmente a de moda. Na aula de ontem do curso de Cool Hunting - Como as inspirações das ruas se transformam em mercadoria de moda - abordamos o assunto, considerando as seguintes proposições:

- O preço de uma bolsa Chanel ou Louis Vuitton costuma dobrar em nossas lojas e, muitas vezes, vale mais a pena viajar e comprar as peças fora;

- O consumo de produtos de luxo no país cresceu mais de 35% nos últimos dez anos, o que significa vendas de 2.5 milhões de dólares a cada ano;

- O Brasil é a maior economia da América Latina, responsável por 70% do segmento de luxo, e a 10ª maior do mundo;

- Será que vale a pena investir em um país tão extenso, mas com poucas possibilidades de abertura de filiais longe dos grandes centros?

- Como as grifes nacionais podem competir neste mercado? Se as taxas de importação diminuírem, não vai ser difícil encontrar sapatos.

Gaby Amarantos, cantora representante da classe C batalhadora e merecedora de atenção e sucesso

Em relação ao aumento do poder de compra da classe C, que transformou a pirâmide social em losango, analisamos:

- Classe C já representa 54% do total de brasileiros, com 2,7 milhões de novos membros entre 2010 e 2011, o que transforma a pirâmide social em losango, altera hábitos e desafia empresas;

- A classe C é composta em sua maioria por jovens, com idade até 34 anos;

- Só no mercado de vestuário, a classe C já gastou o equivalente a 48,4% de tudo o que foi gasto com roupas no Brasil em 2011, sendo o grupo que mais gastou nesse setor;

- O momento da compra é especial para a classe C, pois é a oportunidade de
assumir o centro das atenções e  se sentir inserido no mercado.

Os dados serviram de base para o desenvolvimento dos projetos individuais de marcas dos alunos, considerando o target de cada etiqueta.

O que era uma pirâmide se transformou em losango, devido ao aumento de renda das classes de base

Reações:

0 se meteram: