sexta-feira, 27 de junho de 2008

Eu mato!!!


Para promover a série sangrenta Dexter, do Canal FX, uma agência da Espanha espalhou braços (falsos e realistas, claro) em alguns açougues de Madri. Um modo bem impactante que se encaixa perfeitamente com a essência da tal produção americana.

As ações de guerrilha não pararam por aí. Nos EUA, o ShowTime trocou a água de várias fontes em Los Angeles, por sangue falso, dando um resultado interessante ( e sinistro).

Em Portugal, foi distribuído um "media kit" composto por uma caixa de "papel celofane Dexter", tendo a garantia que “O papel de embrulho Dexter, devido à sua impermeabilidade e aderência mantém a vítima bem acondicionados e o chão sem salpicos de sangue, evitando assim, a formação de pistas e vestígios de assassinos.” As infos sobre a série seguiam embrulhadas na própria película. Além disso, promotores se espalharam em diversas vias (movimentadas é claro) de Lisboa, com uma faca encravada nas costas, com o sangue escorrendo, e distribuindo (?!) folhetos dentro de sacos de plástico com vedante. Alguns estavam caídos como se tivessem mesmo levando uma facada…

Em mijatórios de baladas, foram colocados cartazes que anunciavam a série. Ao dar descarga, via-se sangue escorrendo. E isso remetia-se no mesmo instante aos dizeres do cartaz: ” Vê sangue em todo o lugar? Então essa série é para você!”. (veja no vídeo abaixo)

Medaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

Meldellllllllllllls, sem muito pensar, dou 10 na escala bafônica!!!

Por quê? Precisa dizer? Totalmente politicamente incorreto!

Fonte: Blog Comunicadores

Reações:

0 se meteram: