segunda-feira, 12 de abril de 2010

O que vestir para ser feliz?

E quem se preocupa com roupa quando se está no auge da felicidade? Os mais animadinhos (eu, inclusive) diriam que o ideal é estar sem roupa mesmo. Pra curtir a vida não existe dress code, e é assim que estou me sentindo ultimamente. No último feriado de Páscoa, pude mais uma vez comprovar essa minha teoria. Talvez por isso eu esteja escrevendo tão pouco sobre moda e muito mais sobre comportamento e lifestyle. Não é muito mais gostoso?
Estar com quem se ama é a coisa mais fantástica do mundo. E amar despenteia e desarruma. Não que seja o meu caso, do Flávio, da Renata e da Vanessa, queridos e elegantérrimos companheiros da viagem pra Florianópolis... hehe... Quer dizer, depois de muitas horas girando na pista da Concorde, fazendo a trilha entre o Costão do Santinho e a praia de Moçambique, procurando presentes no centrinho de Ingleses pro nosso amigo secreto improvisado, fazendo a maravilhosa lasanha do Flávio, meus 1001 drinks ou fumando narguilé no píer de Ponta das Canas, a única saída é se cansar, suar, desarrumar e... aproveitar. Viver!
Quer saber o que vestir pra se divertir? Respeite seu tipo físico, as cores que mais iluminam e favorecem você, preste a máxima atenção nas proporções, dê uma olhadinha nos lançamentos que combinam com seu estilo, mas pri-ci-pal-men-te, esteja confortável. Eu amo vestir bermuda, regata e chinelo. Na balada, um jeans e um tênis hypado montam legal. Mas Xande, pra quê tanta informação de moda e estilo então? Pra saber usar padronagens, tecidos, cores, texturas e estilos diferentes de forma coerente, acertada e antenada. Pra se respeitar, entender, e dar umas alfinetadinhas aqui e ali... hehe...
Eu gosto de marcas mesmo, mas misturado às peças da Colcci, Alexandre Herchcovitch, Cavalera e Zoomp que estampam esse post, também visto Renner, C&A e o que mais eu perceber como interessante pra mim. Pra quê preconceito e pra quê pose? Não combinam com ser confortável e elegante. Ser chic é ser feliz.
É por isso que eu amo tanto o verão. Que delícia passar o dia na praia, estendido numa canga estampada com a cara do Brasil, tomando uma água de coco entre um mergulho e outro! Que maravilha brincar com as roupas dos amigos e amigas, subir no banco e cantar, gritar no megafone e ser parado pela polícia, ser chamado de maconheiro por fumar narguilé, receber uma salva de palmas e anúncio no microfone ao acabar uma trilha, brincar com as crianças dos outros, fazer disputa de "barulhinhos" (hahaha), fazer desafio musical de Xandinho no trânsito, gastar uma fortuna num almoço terríííível de Páscoa, ganhar desconto do óculos de camelô, comprar um Havaianas igual do amigo... Ah, que delícia estar com vocês! Mas gente, e o que vestir no inverno para ser feliz?

Reações:

8 se meteram:

Eaew mano.
;]
1 abração
Of The Moda

xandiiiiiii!
adorei o teu post! ai tao legal, a pascoa tava bem assim, bem pura de amizade e nada santa de individuos hehehehe... assim como todas as nossas viagens hehe
e eu acho isso mesmo, tem q para com essas biiixisss de olhar aprnas pra exterior das pessoas! ROM ROM

AMEEEEEEEEEEEEEIIIIIIIIIIII
Quero páscoa de novo e já!!!!!!!!!
Ser feliz e chic! Ainda bem!
Bjos

Alê, que tudo foi sua Páscoa.
Seu blog, está ficando a sua cara agora... :) Carpe Diem, amigo!!

Beijos, *:

poxaaaa

Deve ter sido divertidíssimo, deu vontade de estar junto de vcs rsrsrs.

bj

Certíssimo...belo post! Mas vale um sorriso sincero de felicidade do que todo o aparato d emoda a seu dispor!!!
bjs

amei o post, hein?! é exatamnete isso!!! vamos ser felizes e dar valor ao quem e ao que realmente importa!!! beijo