segunda-feira, 13 de julho de 2009

"A dor passa, mas a beleza permanece"

A frase é de Pierre-August Renoir (1841 e 1919), que foi um dos maiores artistas impressionistas que o mundo já teve. Pra quem não sabe, ele começou imprimindo seu talento artístico em leques e tecidos, que eram artigos comercialmente mais vantajosos na época. Com as economias que juntou nesse trabalho, se mudou para Paris para estudar arte.

As mulheres sempre foram recorrentes em suas obras. Lise Trèhot era sua esposa e musa, e foi retratada em obras como: "Mulher com a sombrinha" (de 1867), "A jovem Cigana" (de 1868) e em seu último quadro como modelo que foi "Mulher com periquito" (de 1871).

Mas acima de tudo, Renoir se propunha a retratar o belo. Deixava para a dura vida real as crueldades do mundo e as desgraças de sua própria existência. Acometido por um reumatismo, passou a ter de amarrar os pincéis nos dedos e sentar para trabalhar. Perdeu esposa, viu os filhos irem para a guerra e apenas teve uma exposição no Louvre no ano de sua morte.

Porém, em suas telas, só registrava o que era agradável aos olhos e à alma. Repare você como ele se preocupava também com a riqueza dos detalhes das roupas, adereços e ornamentos femininos. Assim, as telas ficaram atingíveis a todos os públicos, encantados com sua pura beleza.

Bem, falo tudo isso para dizer que a vida pode ser linda apesar das adversidades, e que o artista estará em exposição aqui em Porto Alegre até o dia 30 de agosto, no MARGS. E eu visitarei, sem falta, no sábado! Maiores informações aqui.
A obra que abre o post se chama La Lecture, de 1892. Essa das duas meninas, chama-se Rosa e Azul. A segunda, Watering Can.
Acima, Le Harem, de 1872 e Bather with long hair, de 1895. Abaixo, By the seashore, de 1883 e La pensee. Para ver todas as obras, clique aqui.

Reações:

4 se meteram:

Lindas pinturas! Adoro ver isso.

UMa pintura mais linda que a outra,Renoir é um dos meus pintores preferidos...junto de Almeida Junior!

Abraços,Alexandre

Nem sonhe em perder esta exposição, Alexandre!
Eu sempre brinco que a arte q faço ao pintar as unhas é impressionista. De longe a perfeição, de perto só enxerga-se borrões!
hahahahaha
bjkasssss