quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

A nova idade

Na verdade, de nova a idade não tem nada. Segundo o Ministério da Saúde, todas as pessoas acima de 65 anos são consideradas parte da chamada "terceira idade". Mas o que está acontecendo hoje, e fazendo com que os "velhinhos" abandonem as bengalas e corram à luta de seus objetivos?
A famosa preconizadora de novas tendências Faith Popcorn, que li muito para meu Trabalho de Conclusão, já escrevia na década passada que os idosos seriam uma geração forte e consciente de seus desejos. Com os avanços da medicina e dos seguros sociais e econômicos, os idosos não se parecem mais com os de antigamente. 

Podemos acompanhar esse fenômeno agora, em todas as esferas da sociedade. Recentemente, adultos mais experientes embelezaram a passarela de Ronaldo Fraga em seu desfile de inverno 2009 na São Paulo Fashion Week. Todo o povo da moda se emocionou e parou para refletir sobre a efemeridade de uma beleza juvenil. 

Na passarela de Ronaldo Fraga os senhores e senhoras desfilaram com dizeres encorajadores e fofos, como na foto.
Olha a pinta de vovô na coleção de inverno de Ronaldo.

Linda sim, vovó!

Um exemplo mais popular é o ingresso inédito de dois sessentões na "casa mais vigiada do país". Na edição desse ano do Big Brother Brasil, da Rede Globo, Norberto e Naiá contribuíram para a reflexão de uma sociedade que descarta aqueles que não estão mais saradinhos. 

A aposentada Naiá comanda os bailes bafo da terceira idade onde mora.

Mais perto ainda foi o sucesso espantoso que minha mãe, de 72 anos, fez na festa só para "meninas", da minha sobrinha - e sua neta - de 21 anos na segunda-feira passada. Diante de dezenas de guriazinhas, mamie fez a festa, posando para fotos, papeando e até ensaiando passinhos de dança. No outro dia, pipocaram fotos suas no orkut das meninas.

Dona Zelinda, rainha soberana entre as princesas.

Acho lindo, acho saudável, acho rico, acho um luxo. Se você tem um "velhinho" na sua família, vá agora pedir pra ele te contar uma história láááááá de antigamente. Peça um beijo e diga como é importante aprender com ele. Faça um carinho e demonstre o quanto ele é valorozo e bonito em mundo cruel com a aparência. 

Pense que você chegará nessa idade, e vai querer ser bem tratado, querido e participante da sociedade. E viva vovô e vovó!

Reações:

2 se meteram:

Bah cara! valeu pela visita! Também não conhecia o seu blog. Vou o colocar na lista de favoritos, com certeza! Abs